Área Restrita

Esqueceu seus dados ?
Logomarca Concurseiros de Plantão

REDES SOCIAIS

PARCEIROS

Banner AF Concursos

nível médio e superior

10 vagas e Cadastro de Reserva no TRT de Goiás. Salários chegam a R$ 8 mil

Joabe Teixeira de Oliveira

Criada em: 03/06/2013 - 20:25:27

O Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (TRT-18), em Goiás, abriu novo concurso público com 10 vagas imediatas além de formação de cadastro reserva. As chances são para nível médio e superior, com salários que variam de R$ 4.635,03 a R$ 8.140,08.

São três vagas imediatas para nível superior. Duas para analista judiciário na área judiciária, com remuneração de R$ 7.566,42, e uma chance para analista judiciário (oficial de justiça avaliador federal), cujo salário é de R$ 8.140,08. As demais funções possuem salário de R$ 7.566,42 e serão contempladas com formação de cadastro reserva. São elas: analista judiciário nas áreas administrativa ou analista de apoio especializado, este nas especialidades de contabilidade, tecnologia da informação, psicologia, engenharia civil e medicina (clínico geral).

Já para nível médio, são seis vagas para técnico judiciário na área administrativa, com salário de R$ 4.635,03; uma vaga para técnico judiciário na área de apoio especializado (tecnologia da informação), cuja remuneração é de R$ 4.635,03; e formação de cadastro reserva na função de técnico judiciário na área administrativa com especialidade em segurança (CR e remuneração de R$ 5.623,48).

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas dia 18 de agosto na cidade de Goiânia. Para aqueles que concorrem à função de segurança, haverá ainda prova prática de aptidão física, marcada para 27 de outubro.

O concurso tem validade de dois anos, a contar da data de homologação, sendo prorrogável por igual período. A Fundação Carlos Chagas é a responsável pela organização do certame. As inscrições estarão abertas de 18 de junho a 18 de julho, exclusivamente pelo site da banca. Os valores são de R$ 60 para nível médio e R$ 70 para superior. Cinco por cento das vagas serão reservadas a deficientes.

 

fonte:correioweb